quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Capítulo 13 – O que eu quiser?

Joe On







Estávamos na aula de Matemática. Que coisa mais secante, o que me vale é olhar para as pernas da Demi. Ela está muito entretida a passar o que a stora está a mandar, mas eu sei que ela está a fingir. Ela quer é que eu fale com ela. Vou-me meter com ela.




Joe (Sussurra): Lovato?
Demi: (Ignora-o)
Joe: Lovato?
Demi (Olha para Joe): O que é que queres Jonas?
Joe: Tens cá umas pernas!
Demi: É parece que sim, olha tu também tens! Que bom para ti.
Joe (Ri): Tens piada.
Demi: Olha fazes-me um favor? (Aproxima-se dele)
Joe (Aproxima-se dela): Diz.
Demi (Com os lábios quase colados aos dele): O que eu quiser?
Joe (Sente a respiração dela): S-sim…
Demi (Pisa-lhe o pé): Deixa-me em paz Jonas (Vira-se para a frente)
Joe (Agarra-se ao pé): Au! Tu vais pagar por isto Lovato! (Vira-se para a frente)
Demi: (Sorri)




Fogo! Pensava mesmo que ia conseguir, eu nunca gaguejei por causa de uma rapariga, afinal ela não é tão frágil como eu pensava. Queria tanto beijá-la, aqueles lábios, mas não o quero admitir, afinal eu odeio-a. Tu odeia-la Joe!





No Fim Da Aula






Demi On






Finalmente acabaram as aulas, eu não estava a aguentar ter de olhar para a cara daquele Jonas. Mas teve mesmo piada, ele pensou mesmo que eu o ia beijar. Eu já lhe disse que o odiava, e a cada dia o odeio mais. Chegou a hora, depois do almoço vou contar á Miley toda a verdade. Eu acho que estou preparada, eu confio realmente na Miley. Fui ter com ela e fomos almoçar.




Miley (Senta-se na mesa): Demi, tens a certeza que queres contar?
Demi (Senta-se na mesa): Tenho. Eu confio em ti Miley, tu és a minha melhor amiga.
Miley (Abraça-a): Tu também és a minha melhor amiga.
Joe (Chega e senta-se á beira de Demi): Olá!
* O resto do grupo senta-se *
Todos – Demi, Miley & Joe: Olá meninas!
Demi (Sussurra para Miley): Quando acabares de comer vamos!
Miley (Sussurra para Demi): Okay.
Joe (Aproxima-se de Demi): O que é que vocês estão aí a segredar?
Demi: E se fosses dar uma volta ao bilhar grande?
Joe: Só se vieres comigo!
Demi: (Revira os olhos)
Ashley: Mudando de assunto, já ouviram falar na festa que vai haver hoje á noite?
Joe: Eu vou!
Demi: Já devias de ir indo!
Kevin (Ri): Então quem vai?
Todos – Demi: Eu vou!
Miley: Não vens Demi?
Demi: Não me apetece muito, mas vão vocês.
Joe: Ainda bem que não vais.
Demi (Sorri para Joe): Já que insistes tanto, eu vou!
Todos – Joe: (Riem)
Miley: Demi vamos?
Demi: Sim, xau pessoal!
Miley: Encontrámo-nos no bar então. Eu e a Demi vamos juntas.
Joe: Onde é que vocês vão?
Demi: Não tens nada a ver com isso. Ah e cuidado Joe, não penses muito, se não ainda se queima o resto do cérebro que tens.
* Miley & Demi saiem *
Todos – Miley, Demi & Joe: (Riem)








No Parque








Eu estou muito nervosa, será que a Miley vai aceitar? Será que ela não me vai querer mais como amiga? Tantas perguntas e nenhuma resposta. Mas aqui vai.






Demi: (Senta-se num baloiço)
Miley: (Senta-se no outro baloiço)
Demi: Eu estou um bocado nervosa!
Miley: Olha para mim.
Demi: (Olha para Miley)
Miley: Eu vou ser sempre a tua melhor amiga, sejas tu o que fores e o que quer que tenha acontecido. (Sorri)
Demi: Quando eu tinha 10 anos eu vivia em Nova Iorque com o meu pai e a minha mãe, nós éramos a família perfeita. Quando a minha mãe arranjou um emprego, tinha de trabalhar fora durante algumas semanas. Quando ela saia o meu pai tomava conta de mim. Nós éramos como unha e carne. Eu gostava muito da minha mãe, mas com o meu pai era aquela relação especial. (Caí-lhe uma lágrima) Até que um dia eu estava a fazer os meus trabalhos de casa e o meu pai estava na sala a ver televisão. Éramos só nós os dois em casa, pois a minha mãe estava na Europa. Foi quando eu ouvi um grito e desci. Quando cheguei ao fundo das escadas vi 3 homens a agarrar o meu pai, o meu pai gritou para eu fugir. Mas eu não consegui e eles ataram-me num canto da sala. Os 3 homens estavam armados e 2 estavam com o meu pai e 1 comigo. Eles começaram a bater no meu pai e ele só gritava. Eu fiquei ali a ver aquilo. Depois quando o meu pai ficou inconsciente o homem que me estava a vigiar começou a desamarrar-me e a tirar-me a roupa. Eu não percebi o que ele queria, mas depois ele começou-me a beijar e a bater e violou-me. (Começa a chorar) O meu pai acordou e ouviu os meus gritos e quando ia tirar o homem de cima de mim, um dos 2 homens deu-lhe três tiros na cabeça. Eu fiquei ali a ser violada com o meu pai no lado direito com três tiros na cabeça, debaixo de uma poça de sangue. Depois de me violarem eles fugiram e eu fiquei ali com o meu pai no colo. Chamei a polícia e desde esse dia não consegui recuperar Miley, foi horrível (Agarra-se a Miley a chorar)
Miley (Caí-lhe uma lágrima): Eu nunca pensei que tu tivesses passado por uma coisa destas, então foi por isso que fugiste no filme…
Demi: (Assente)
Miley (Afasta o abraço): Olha para mim.
Demi (Olha para ela): Eu não quero que tenham pena de mim.
Miley (Limpa-lhe as lágrimas): Eu não tenho pena de ti, eu sou a tua melhor amiga e vou-te ajudar a superar isto, okay?
Demi: (Assente e sorri)

Miley: Vês, assim ficas mais bonita. Com esse sorriso que ninguém resiste. Anda lá vamos para minha casa, lanchas lá e arranjámo-nos para a festa lá.
Demi: Obrigada por tudo.

4 comentários:

  1. Primeira a comentar!!!
    Tadinha da Demi :(
    BeiJemi

    ResponderEliminar
  2. Ai que historia mais triste
    posta logo
    esta perfeita
    beijemi :b

    ResponderEliminar
  3. amei!
    super lindo!
    posta logo!
    beijoos!
    ;*

    ResponderEliminar